Por Luis Loarte
28 de agosto de 2019

2mim. de leitura

E-mail marketing humanizado ou de vendas?

Uma das principais razões pela qual as pessoas cancelem a sua inscrição nas listas de e-mail marketing é pelo recebimento de muitos e-mails irrelevantes ou que sempre tentam vender de maneira agressiva algum produto ou serviço. Também não é nada inteligente enviar um e-mail sem objetivo algum e que não consiga atingir os resultados esperados na campanha.

Qual é a melhor estratégia? 

Primeiramente, para entender qual tipo de e-mail pode gerar mais resultados na sua campanha, e-mail marketing humanizado ou de vendas?Atualmente, temos que entender que todo usuário espera um conteúdo pensado e feito especialmente para ele, os clientes estão mais exigentes e difíceis de agradar. Por isso, eles precisam sentir-se fazendo parte de um grupo seleto, e que ao mesmo tempo a comunicação esteja desde o primeiro momento com o intuito de ajudar a resolver um problema, de informar alguma novidade relevante ou de receber um conhecimento novo.

A isca digital imbatível​

Contudo, se o e-mail marketing consegue ser interessante como para pedir ao leitor se cadastrar, virar um lead e finalmente oferecer para ele uma proposta e converter esse interesse em uma venda. É ai, quando as duas partes estão alinhadas e focadas para atingir um mesmo objetivo. Se relacionar com seu público sendo tão interessante que ele realmente deseje receber seus e-mails em sua caixa de entrada.

Sendo assim, para se relacionar com seu público ideal precisa antes entender quem são eles, quais são as suas metas? Os problemas e ameaças que geram as principais dúvidas neles. Em outras palavras, a sua estratégia deve sempre começar com a pesquisa de sua buyer persona.

O processo de valor do e-mail marketing

Assim, se o e-mail é bem planejado e é construído através de uma linha de valor e conteúdo relevante; é capaz de engajar leads, nutrir e educar a base de contatos, promover conteúdos, ajudar no processo de fidelização de clientes e, de quebra, VENDER.

Como conclusão, o e-mail marketing e o e-mail de vendas são irmãos que tem suas diferenças e desafios, mas eles lidam bem e tem responsabilidades e cuidados um pelo outro. Ou seja, a melhor opção é manter os dois tipos de estratégias alinhadas e trabalhando a favor de sua campanha.

Agora que você conhece a importância do conteúdo humanizado e de vendas dentro de sua estratégia e-mail marketing, é hora de partir para a prática. Nós da Infinitto podemos te ajudar.

Baixe o Whitepaper como desenvolver um email marketing eficiente.